Tag Archives: Peter Crouch

O abismo que existe entre a grosseria e a ruindade

29 maio

Santiago Silva, um dos injustiçados. É grosso, mas não é ruim! (Foto: Photosport)

Em uma equipe de futebol, cada um dos 11 jogadores tem sua obrigação específica em campo. Como sabemos, basicamente a do goleiro e da zaga é defender, a do meio marcar e criar, e a do ataque anotar gols. No caso dos nossos queridos homens de frente, não interessa como balancem as redes. O importante é a bola passar a linha.

Mas coitados dos centroavantes que injustamente são chamados de ruins. Obviamente existem aqueles que simplesmente não conseguimos defender nem com o melhor advogado do mundo (e a lista destes é extensa!). Mas meu apoio vai àqueles que nunca foram dotados de grandes habilidades técnicas, mas que sempre honraram a nobre alcunha de “artilheiros” e o número 9 às costas, não sendo, de forma alguma, ruins de bola.

Este post, portanto, é uma verdadeira homenagem a atacantes como Washington “Coração Valente”, ao gigante inglês Peter Crouch, Martín Palermo, Santiago “Tanque” Silva e muitos outros.

Bom mesmo é o centroavante que coloca a bola para dentro e sai para o abraço, faz o torcedor feliz. Se marcou de cabeça, de letra, de ombro ou até de tornozelo, pouco importa. O futebol arte pode ter sim suas ressalvas contra os gols feios. Mas também pouco importa o que o futebol arte pensa nessas horas. O futebol vive de gol!

Nunca chame um grosso de ruim. Ao fazer isso, cometerá uma ofensa grave a quem faz, nos estádios, a alegria da massa apaixonada e “consumidora de gols”. Vida longa aos injustiçados!

%d blogueiros gostam disto: