Tag Archives: Barcelona

Equilíbrio na Liga, mas ampla vantagem culé recentemente

11 jan

Messi pode começar no banco neste sábado (Foto: David Ramos / Getty Images)

Empatados na liderança do Campeonato Espanhol com 49 pontos, Barcelona e Atlético de Madrid se enfrentam neste sábado, às 17h de Brasília, no Vicente Calderón, para definir quem ficará com o título simbólico do primeiro turno. Entretanto, se as equipes de Tata Martino e Diego Simeone protagonizam enorme equilíbrio no topo da tabela nesta temporada, o mesmo não se pode dizer do retrospecto recente entre elas.

Das últimas dez vezes em que se encontraram, os colchoneros venceram somente uma partida: um 2 a 1 em 14 de fevereiro de 2010, em Madri. Desde então, o Barça engatou uma sequência de seis triunfos seguidos, que só foram interrompidos com os dois empates válidos pela última Supercopa da Espanha, em agosto do ano passado – 1 a 1 no Calderón e 0 a 0 no Camp Nou, resultados que deram a taça aos catalães.

Ainda neste período de dez confrontos, Lionel Messi, que pode iniciar o duelo deste sábado no banco, anotou doze gols. Destaque para dois hat-tricks do argentino, marcados nos 3 a 0 de 5 de fevereiro de 2011 e nos 5 a 0 de 24 de setembro do mesmo ano.

Quatro brasileiros foram às redes nesta ‘mostra’ de dez partidas: Daniel Alves, duas vezes, Adriano, Miranda (contra) e Neymar. Em campo, a expectativa é de que seis atletas tupiniquins sejam titulares: Daniel Alves, Adriano e Neymar, no lado do Barcelona, e Miranda, Filipe Luís e o naturalizado espanhol Diego Costa, vice-artilheiro da Liga com 19 gols, um a menos que Cristiano Ronaldo.

Os últimos dez confrontos entre os atuais líderes do Espanhol:

– 28/8/2013: Barcelona 0 x 0 Atlético de Madrid – Supercopa Espanhola
– 21/8/2013: Atlético de Madrid 1 x 1 Barcelona – Supercopa Espanhola
– 12/5/2013: Atlético de Madrid 1 x 2 Barcelona – La Liga
– 16/12/2012: Barcelona 4 x 1 Atlético de Madrid – La Liga
– 26/2/2012: Atlético de Madrid 1 x 2 Barcelona – La Liga
– 24/9/2011: Barcelona 5 x 0 Atlético de Madrid – La Liga
– 5/2/2011: Barcelona 3 x 0 Atlético de Madrid – La Liga
– 19/9/2010: Atlético de Madrid 1 x 2 Barcelona – La Liga
– 14/2/2010: Atlético de Madrid 2 x 1 Barcelona – La Liga*
– 19/9/2009: Barcelona 5 x 2 Atlético de Madrid – La Liga

* Última vitória do Atlético sobre o Barça

Mauro Icardi, o argentino de Rosário que é a “nova Pulga”

11 fev

Icardi

Ele nasceu em Rosário, na Argentina. Na adolescência, chamou a atenção do Barcelona (ESP), que o contratou. Hoje, desperta o interesse da seleção nacional de seu país natal e de uma gigante europeia, que cogita naturalizá-lo. Com esse histórico, o jogador em questão bem que poderia ser Lionel Messi, mas não é. Seu nome é Mauro Icardi, atacante da Sampdoria e nova sensação da Serie A italiana.

Icardi despertou para os olhos do mundo com a excelente atuação contra a Juventus, em Turim, nesta temporada. A Sampdoria perdia por 1 a 0 no Juventus Stadium – com um homem a menos – quando o argentino vazou Buffon em duas oportunidades e deu aos genoveses o raro prazer de celebrar uma vitória sobre a Velha Senhora fora de casa.

Nascido em Rosário, Icardi se mudou com sua família para a Espanha quando tinha apenas seis anos de idade. Na Europa, iniciou sua caminhada no futebol no Vecindario, um pequeno clube da ilha de Gran Canária, a segunda ilha mais populosa do arquipélago das Canárias. Seu talento chamou a atenção de vários grandes europeus, entre eles, o Barcelona, daí as comparações com Messi. Com 15 anos de idade à época, Icardi se juntou às canteras dos blaugrana e, por consequência da maior visibilidade que ganhou em La Masía, passou a ser chamado também para as seleções inferiores argentinas.

Em 2011, o atacante foi emprestado para a Sampdoria, que logo exerceu a opção de compra e incorporou Mauro em definitivo. Em Gênova, Icardi se destacou nas categorias de base da Samp e foi figura importante na volta dos blucerchiati à primeira divisão da Bota, com um gol – diante da Juve Stabia – que permitiu ao time disputar os playoffs de acesso para a Série A.

Hoje, em decorrência das boas atuações que têm encantado os espectadores não só italianos, mas do mundo afora, Icardi é cobiçado pelas seleções principais de Argentina, seu país natal, e Itália, país em que atingiu o reconhecimento através do futebol. Porém, tendo em vista o que ocorreu neste domingo e deve acontecer nos próximos dias, o uniforme albiceleste deverá ser o escolhido pelo atleta.

Na tarde de ontem (domingo), a Sampdoria recebeu a Roma no Luigi Ferraris e, sob o olhar do técnico da Argentina Alejandro Sabella, bateu a Roma por 3 a 1. O curioso: Icardi marcou um gol de cabeça, Sergio Romero (goleiro da seleção) pegou um pênalti e o gol da Roma foi marcado por outro argentino, Erik Lamela.

O mais curioso ainda: Pablo Osvaldo, nascido na Argentina mas que optou por defender a Itália (situação muito parecida com a que Icardi encara hoje), foi o “vilão do pênalti perdido”.

Nesta semana, Sabella conversará com Mauro para saber de suas intenções. Se a escolha será atuar ao lado de Messi ou ao lado de Pirlo, não dá para saber. O que se sabe, de fato, é que o comandante da albiceleste gostou do que viu.

A decisão está nas mãos do “novo Messi”, que, assim como a ‘Pulga’, saiu de Rosário para encantar o mundo. O mundo de Gênova.

Futebol traduzido em arte

9 ago

Não, não estou falando do Barcelona. Pelo menos não no que remete à sua forma de jogar, fazendo o futebol parecer música, arte. Zoran Lucic, um artista bósnio apaixonado por futebol resolveu retratar em forma de pôsteres alguns dos maiores jogadores da história do futebol, provando que não são apenas os catalães que são bons na arte do futebol. E como é de se esperar, não deixou de fora Lionel Messi e seus companheiros/artistas do Barça. Confiram algumas belas imagens de seu projeto:

Lionel Messi, “o artista da vez”

El Pibe com a camisa argentina

Beckenbauer, “Der Kaiser”

Johan Cruyff ao lado do seu – tradicional – número 14

Zinedine Zidane, “o último elegante”

Você pode acessar outras imagens desse bósnio Louco Por Futebol em seu perfil(acesse o link) na página da Behance Network. Vale a pena dar uma olhada!

Prazer, Thiago Alcântara

29 jul

Durante a recente história do futebol mundial, muitos garotos têm surgido com a alcunha de serem os sucessores de craques já consagrados, ou até de craques que estão atualmente vivendo o auge de suas carreiras. Quantos “novos Maradonas” já não existiram? Gallardo, Aimar, Saviola e até o próprio Messi já desfrutaram das comparações e esperanças de serem o novo Pibe; Com a rápida consolidação de Messicomo um dos maiores da história, a moda agora já é tentar achar os “novos Messis”.

Não diferente de Maradona, Zidane deve ter sido um dos – senão o – que mais sofreu com a busca por seus jovens discípulos – Gourcuff, Nasri, Rothen, Ribéry e tantos outros já passaram pelo “teste” de serem os “Zidanes da nova nova geração”. Seu filho Enzo, de 16 anos, sofre precocemente com o assédio e com certeza não passará batido durante a carreira sem ser comparado a seu pai, ainda mais no Real Madrid onde seu pai brilhou. Isso se não trilhar caminho parecido com o de Thiago Alcântara, filho de Mazinho (deixando de lado aqui comparações entre Zidane e o pai de Thiago).

O jovem jogador, revelado nas canteras do Barça, vem encantando com um bom futebol e espiríto de liderança suficientes para que sem dúvidas, em um futuro próximo, integre de vez os planos de Guardiola para o melhor time do mundo. Ainda novo, porém maduro, o grande objetivo do volante de apenas 20 anos é, aos poucos, fazer com que cada vez mais deixe de ser o ‘filho de Mazinho’, campeão do mundo em 94, para ser apenas ‘ Thiago Alcântara’. E não deve demorar pra que “esqueçam” o pedigree de vitorioso que Thiago carrega.

Thiago, volante, fala com Pep Guardiola, ex-volante: choque de gerações do Barça.

De mesma posição que o pai (assim como Enzo e Zidane), Thiago entrou em campo pelo Barça em algumas partidas da temporada passada (12 no total), chegando a marcar dois gols com a camisa culé. De futebol refinado e bom passador, Thiago parece ser a bola da vez das categorias de base da equipe catalã. Em torneio realizado há poucos dias na Alemanha, Thiago foi o líder de um Barça cheio de garotos como ele, levando o grupo ao título sem contar o gol marcado contra o Internacional-RS e os dois tentos diante do Bayern; um deles um golaço de fora da área, garantindo a conquista da – inexpressiva – Copa Audi. Confira o golaço:

O garoto, que poderia trilhar os caminhos do pai chegando, quem sabe, à seleção brasileira, parece ter um destino totalmente diferente. Para aqueles brasileiros que conhecem o seu talento, só resta lamentar . Thiago, nascido na Itália e naturalizado espanhol e brasileiro, optou por fazer parte das seleções de base da Espanha e como já declarou algumas vezes, não tem ambições de defender o Brasil pela equipe principal. Recentemente, Thiago participou da campanha da Fúria na Euro sub-21, que contou com gol do brasileiro na final diante da Suíça, ajudando a equipe a conquistar o título e confirmando mais uma vez o excelente momento do futebol espanhol.

Thiago com a camisa da Fúria. Opção pela camisa vermelha ao invés da amarela.

Com seus bons desempenhos ainda jovem, é quase uma certeza que Thiago chegará ao time principal da Espanha e fará sucesso. Afinal, revelado pelo Barça, já entende desde cedo a filosofia de jogo do clube que é base da seleção campeã da Euro, em 2008, e do Mundial no ano passado, facilitando assim sua adaptação a um eventual futuro na equipe principal. Já para os torcedores da seleção brasileira, fica a dor por saber da preferência de Thiago pela Fúria, pensando hoje em uma seleção que se projeta para contar em 2014 com Lucas Leiva, Ralf, Elias e Elano. “Es una lástima”, diriam para nós os espanhóis, que hoje contam com o melhor futebol do mundo, e mais do que tudo, com um futebol gritantemente superior ao nosso ao ponto de atletas como Thiago ‘dispensarem’ uma possível carreira com a amarelinha. Seu futuro parece estar mesmo na Espanha, e que futuro que a Fúria o reserva!

Iniesta: craque fora das quatro linhas

11 nov

Chego em casa e me deparo com a seguinte notícia no twitter: “Iniesta doará camisa do título mundial para o Espanyol”. Logo achei que fosse algum tipo de piada, por se tratar de um jogador importante do Barcelona, clube arquirrival do Espanyol, o qual Iniesta doaria sua camisa da final da Copa. E doará.

Num gesto raro de solidariedade, o autor do gol do título mundial na África do Sul mostrou uma camiseta (por baixo da camisa da seleção espanhola) com o seguinte dizer: “Dani Jarque, siempre con nosotros” (em português: “Dani Jarque, sempre conosco”). O meia espanhol levou esses dizeres em homenagem ao companheiro, que faleceu vítima de uma complicação cardíaca no ano passado, ainda no campo de jogo.

“Dani Jarque: siempre con nosostros” é o que diz a camisa de Iniesta

Agora, mais uma vez em um gesto comovente, Andrés Iniesta doará sua camisa ao Espanyol, que fará uma espécie de memorial ao atleta em uma das entradas do estádio. Aliás, a entrada já recebe o nome de “Jarque” também como forma de homenagem. Iniesta sempre se disse muito sentido pela morte do colega, que agora vê lá do céu a grande atitude tomada pelo craque da seleção e do Barça.

São por essas e outras que alguns jogadores se destacam no mundo futebol, não só por sua habilidade com a bola nos pés, mas por suas personalidades e por seus atos. E com Iniesta não é diferente. Campeão do mundo com o Barça e com a seleção, cotado para ser um dos melhores jogadores do mundo na próxima eleição da FIFA; Iniesta não precisa de mais nada. Já provou ser um grande jogador e agora prova ser um grande homem. Craque dentro como fora das quatro linhas…simplesmente um gênio por completo.

%d blogueiros gostam disto: