O restante dos bate-papos sobre a série Outro Futebol

28 fev

Esq. para a dir.: Pablo Francischelli, Federico Peretti e Caio Jobim. (Foto: Divulgação)

Nesta semana, o pessoal do Impedimento abriu espaço para que eu pudesse publicar uma matéria sobre a série Outro Futebol, inspirada em um documentário argentino e que estreia no próximo dia 4 de maio, no Canal Brasil. No texto, há entrevistas com os produtores Federico Peretti e Pablo Francischelli.

Entretanto, nem tudo retirado dos bate-papos com os responsáveis pela série foi para a matéria do site, até para que a mesma não ficasse muito extensa também. Desta forma, resolvi publicar aqui no blog o pouco que não entrou no material anterior. Abaixo, alguns poucos trechos das entrevistas com Federico e Pablo.

Bate-papo com Federico Peretti:

P: Seu documentário argentino, ‘El Otro Fútbol’, foi a principal inspiração para o projeto brasileiro?
R: A série é uma progressão do filme realizado na Argentina. Não só foi inspirado nele no que diz respeito à estética e à busca narrativa, mas é uma espécie de continuação também. Após quatro anos filmando no meu país aprendi muitas coisas, não apenas como realizador e pessoa, mas também como fanático por futebol e a vinculação às equipes. Então também já entendo melhor como tirar o melhor de cada clube que visito.

Como se deu a parceria com a Doble Chapa? Eles o convidaram ou você que entrou em contato com eles?
Conheci o Pablo Francischelli no ‘Doc Montevideo 2012’, um festival que tinha um pitching de séries em que fui com uma demo do meu projeto de ‘El Otro Fútbol’. Pablo estava com outro projeto como representante da Doble Chapa porque o Caio Jobim não pôde viajar, e aí se deu o encontro. Eu gostei do projeto dele e ele do meu. Creio que além da boa experiência nos sentimos atraídos pelas realizações que cada um fazia – até identificados eu te diria – por encará-las com o mesmo espírito e com a mesma busca, por mais que o meu fosse de futebol e o deles de música.

Sente que faltam séries, programas e material em geral sobre esse futebol mais ‘alternativo’? É um erro do jornalismo não dar atenção a esses clubes e campeonatos?
Um pouco sim, porém acredito que mais do que tudo o que falta é abordá-los desta maneira. Porque pode haver um canal como o  SportTV por exemplo, que transmita os jogos do Amazonas por exemplo, mas vão mostrá-los com o padrão de TV da FIFA, com a câmera no meio do campo. A única coisa que o telespectador vai ver é uma partida feira, com um campo em más condições, com poucos torcedores… Isso não vai interessar a ninguém e está bom que continue assim. Mas se a esses clubes vão projetos como o nosso, que se interessam em conhecer sua vida e suas histórias, aí sim se mostra interessante. O tema é que os canais não têm, por conta do dia a dia e das notícias dos times poderosos, o tempo para fazer isso também.

——————————————————//————————————————————

Bate-papo com Pablo Francischelli, da Dobre Chapa:

Como seu deu o contato com o Canal Brasil para a realização da série?
O pessoal do Canal Brasil já conhecia o filme “El Otro Fútbol” e o Federico já havia rodado um piloto para um projeto de série na Argentina. Eles desde o início gostaram muito da ideia do projeto e pela boa relação com a DobleChapa a parceria foi firmada rapidamente.

Em relação ao doc argentino, ‘El Otro Fútbol’, o que absorveram de ideias e da questão técnica que foi colocado nesse projeto?
A estética é exatamente a mesma, que é o olhar fotográfico muito particular que o Federico desenvolveu sobre o futebol. O formato de série, sendo um clube para cada episódio, permite um aprofundamento maior nas histórias, uma aproximação maior aos personagens. Enfim, a construção narrativa acaba sendo um pouco diferente, mas mantivemos a essência do longa argentino.

Como planejam fazer a divulgação de Outro Futebol (além do apoio do próprio Canal Brasil, claro)? Festivais de cinema e eventos desse tipo (aqui e no exterior) são uma opção?
Temos uma página do projeto no Facebook (.com/outrofutebol), que deve ser o ponto de partida para toda a divulgação. Os festivais são sempre uma opção, pois foi daí que surgiu a ideia de realizar a série.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: